domingo, 1 de maio de 2011

1º de Maio - Homenagem ao Dia do Trabalhador!



Nos dias que correm, quando o trabalho escasseia e a crise grassa sem dar descanso aos que lutam diariamente pelo exercício do seu direito à vida, enquanto tantos outros, miseravelmente!, se entretêm a fazer cálculos de gestão de um poder sobre o que lhes não pertence, nada melhor que evocar o Canto de Zeca Afonso... para que não esqueça: o canto, a razão, a força, a solidariedade e a intemporalidade da consciência da união na amizade, no combate e na determinação pela defesa dos direitos de todos! Viva o 1º de Maio!

8 comentários:

  1. Olá Ana Paula,
    Também eu neste dia postei Zeca Afonso...37 anos depois do nosso primeiro de Maio em liberdade, os trabalhadores estão mesmo numa situação muito caótica!
    Bjs,
    Manuela

    ResponderEliminar
  2. Olá Manuela :))
    É bom reiterar a sintonia, Manuela... é, aliás, essencial perante o caos em que os trabalhadores, empregados e desempregados, se emcontram... vou agora espreitar esse nosso Zeca Afonso :))
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Querida Ana Paula:))

    Obrigada. Recordar o rico legado do Zeca nunca é demais nestes tempos tormentosos e de desesperança.

    Um beijinho

    :))

    ResponderEliminar
  4. Grande escolha, Ana Paula...
    Do resto já se sabe, continuamos...
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  5. À Ariel, ao Miguel e ao Rogério :))
    ........
    .....
    Aquele Abraço e um beijinho :))

    ResponderEliminar
  6. Cara Ana Paula Fitas
    Lá onde está, o Zeca deve estar a dar saltos. Por um lado, sentir que a musica dele é hoje mais conhecida do que quando estava vivo. Por outro, ver que os alertas que as suas canções nos traziam, continuam a ter que ser repetidos.
    Zeca Sempre.
    Abraço
    Rodrigo

    ResponderEliminar
  7. Caro Rodrigo :))
    ... é verdade! Se a música de Zeca Afonso se transformou num símbolo nacional a partir do momento em que foi utilizada como senha do 25 de Abril, é extraordinário verificar como, pela sua perfeita adequação aos tempos que correm, o seu canto persiste, cada vez mais actualizado! Por isso, repito as suas palavras:
    "Zeca Sempre!"
    Grande abraço

    ResponderEliminar